Notícias

FEV
16
2018

“Vós sois todos irmãos” (Mt 23,8)

Iniciamos a Quaresma na Escola Sagrado Coração, nossa caminhada de conversão para a Páscoa.

Com a tradicional Celebração de Cinzas, todos os alunos tiveram um encontro com a palavra de Deus e o significado deste momento para os cristãos, na capela da Escola.

Em todos os momentos, tanto para as turmas da tarde quanto para as da manhã, o Serviço de Orientação Religiosa com apoio de todos os professores e participação especial do Padre Paulino (CNBB), levaram os alunos a refletirem as palavras mais importantes desta quarentena: a oração, o jejum e a esmola.

A oração na quaresma é o tempo favorável para compreendermos a vontade e os desígnios de Deus para a nossa vida. O jejum nos lembra a fragilidade humana, pois somos pó, e pelo pecado, a semente da rebeldia entrou no coração da humanidade. E neste momento, temos a chance de nos redimir dos atos e coisas que nos afastam de Deus. E para completar. E a esmola, que é o amor fraternal e o espírito de solidariedade que deve pautar as nossas condutas cristãs.

Além disso, cada turma trouxe para a capela o seu pedido de Paz no mundo, Paz na terra, Paz nas ruas. Com faixas na cabeça, pequenas bandeiras e balões brancos e do símbolo da Paz (a pombinha branca), ressaltamos o tema da campanha da fraternidade deste ano: Fraternidade e Superação da Violência.

Ao final da Celebração de Cinzas, todos os alunos e professores, receberam o sinal da Cruz nas testas. A origem deste nome é puramente religiosa. As cinzas utilizadas neste ritual provêm da queima dos ramos abençoados no Domingo de Ramos do ano anterior. A estas cinzas mistura-se água benta. De acordo com a tradição, o celebrante desta cerimônia utiliza essas cinzas úmidas para sinalizar uma cruz na fronte de cada fiel, proferindo a frase “Lembra-te que és pó e que ao pó voltarás” ou a frase “Convertei-vos e crede no Evangelho”.

IMG_0474

BY :
Sobre o Autor