Notícias

MAR
07
2018

Mês de março começa com homenagens ao nosso fundador: Dom Amando

IMG_0661

Em maio de 1862, em Bartmansholte (Alemanha), nasceu o fundador do Colégio que iniciou a missão da Congregação SMIC. Dom Amando Bahlmann era o segundo filho de um honesto e simples professor primário. Aos 17 anos, entrou para a Ordem Franciscana e com passar dos tempos, o Papa manifestou o desejo de ressuscitar a Ordem Franciscana no Brasil, e que fossem renovadas as províncias já quase extintas. E Frei Amando se candidatou vindo para o Brasil aos 29 anos.

Efetivamente, a 24 de maio de 1891 embarcou em Bremen para o Brasil, em companhia de mais um padre e dois irmãos leigos, indo estabelecer-se na cidade de Desterro, atual Florianópolis, por onde começou essa restauração. Em dezembro de 1892 foi para a Bahia com os antigos e novos padres. Tratou-se da restauração da antiga Província de Santo Antônio, do norte do Brasil, tendo sido Frei Amando Bahlmann nomeado Superior, Professor e Mestre de Noviços, ainda lhe sobrando tempo para ser excelente pregador de Missões. Depois de uma passagem breve pela América Latina, em Missão, foi Consagrado, em 1907, Bispo do prelado de Santarém, cidade que apendeu a amar e pela qual lutou bravamente.

Lá fundou a Congregação das Irmãs Missionárias da Imaculada Conceição em 1910 e com a ajuda de Madre Imaculada fundou o Colégio Santa Clara, até hoje um dos mais tradicionais colégios de Santarém. Mas Dom Amando não parou por ai, conseguiu um terreno na comunidade de São José, onde foram construídos outro orfanato e uma escola de educação básica que existe até hoje. Além destas obras de caráter, mais físico, fez inúmeras viagens pelo interior de sua prelazia, desbravando rios, matas e igarapés, levando a palavra de Deus aos povos.

Dom Amando era uma pessoa muito religiosa, adorava ajudar as crianças e ao necessitados. Foi o segundo bispo de Santarém. Foi um homem corajoso, viajou várias vezes para a Alemanha para arrecadar dinheiro para ajudar cada vez mais pessoas necessitadas.

No dia 05 de março de 1939, sua missão foi encerrada na terra e D. Amando foi morar ao lado de Deus. Para a Santa Igreja a data de falecimento é marcante porque é quando os filhos de Deus retornam aos braços do Pai. E assim ao morrerem terão cumprido sua jornada!

BY :
Sobre o Autor