MÃO NA MASSA

Quem disse que a cozinha é para ser somente um lugar de se alimentar?

As cozinhas são uma fábrica de imaginação onde a curiosidade em criar e experimentar vem em primeiro lugar. Muitas vezes a maioria das crianças não quer comer isso ou aquilo e cabe aos pais ou aos professores a difícil tarefa de apresentar novos sabores, novos pratos e muitas estratégias para que os pequeninos pelo menos provem o que foi oferecido.

Com o projeto Mão na Massa, temos por objetivo amenizar esta difícil tarefa para os pais e tornar aquele momento da culinária um momento prazeroso onde os alunos do integral possam ter opções de uma alimentação saudável, preparada por eles mesmos, compreendendo a origem dos alimentos e sua importância nutricional.

Durante todo o ano, sempre à quartas-feiras, uma nova receita é elaborada pela nutricionista da ESCJ, E uma turma é escolhida para preparar o alimento que será degustado por todos.

Além disso queremos trabalhar vários conteúdos.

Português: Por meio das receitas e dos rótulos das embalagens, as crianças melhoram a leitura, a capacidade de interpretação e aprimoram o vocabulário.

Matemática: Ajuda com conceitos de soma, subtração, divisão e multiplicação e jogos de estimativa e trabalha unidades de medidas (quantidade, tempo, temperatura, massa, entre outros).

Ciências: A utilização dos mais variados ingredientes ajuda a conhecer sua origem, os estados físicos de cada um deles e a diferença entre material orgânico e não orgânico.

Geografia: Ainda em relação aos alimentos, pode-se estudar a região de onde vêm os alimentos – como o tipo de solo, clima e hidrografia.

História: Estuda-se a cultura das regiões por meio de seus hábitos alimentares.
Arte: ao modelar e imaginar novas formas de preparar os alimentos, completa e integra o trabalho.

As aulas de culinária deverão fazer parte dos conteúdos estudados em sala de aula onde os alunos possam vivenciar o seu aprendizado teórico na prática. Antes de colocarem a mão na massa, deverá ser trabalhada a origem da receita, do alimento, a data de validade, como deverão ser armazenados os alimentos, e principalmente os cuidados que deveremos tomar na cozinha, a higienização das mãos e dos utensílios usados. Depois serão apresentados os utensílios a serem estudados. Neste momento será trabalhada a leitura e a escrita da receita, para finalizar a execução da mesma.

No momento da degustação todos deverão experimentar o alimento. Pois neste momento todas as crianças estão mais receptivas porque o coleguinha também está comendo e acabam experimentando e gostando de um determinado alimento que não costumam comer em casa. Ao término da degustação as crianças deverão fazer parte também na organização do espaço utilizado e a limpeza dos utensílios usados.

Este projeto envolve todas as professoras e colaboradora do Tempo Integral. E todas as receitas serão enviadas para a casa.